segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Plataforma logística de Valença avança em 2008

O presidente da Câmara de Valença garante que o projecto da plataforma logística, uma das 14 previstas no plano Portugal Logístico, "está muito bem encaminhado e deverá começar a ser implementado durante o próximo ano".
José Luís Serra vai reunir-se com o Gabinete para o Desenvolvimento do Sistema Logístico Nacional no início da próxima semana, e adiantou ao PÚBLICO que " já foram dados passos importantes" no que diz respeito à aquisição dos terrenos e que já "apareceram vários consórcios interessados".
Segundo o autarca socialista, houve uma alteração do conceito inicial do projecto, quer em termos de dimensão, quer em termos de localização da plataforma."Dos 70 hectares inicialmente previstos, nesta altura estaremos a falar numa área que poderá atingir entre os 200 a 250 hectares", afirmou Serra.
A nova localização da plataforma logística é agora apontada para o lado sul do nó entre a A3 (Porto-Valença) e a EN13 (Viana-Valença), num investimento que, face a estas alterações, "será muito superior aos 50 milhões de euros inicialmente anunciados".
O autarca garantiu tratar-se de "um projecto estratégico para Valença e para o Vale do Minho" e "vital na interligação das economias da euro-região do Noroeste peninsular", salientando ainda a importância da futura estrutura na captação de novos investimentos".
Considerada uma das maiores do país, esta plataforma transfronteiriça será multimodal (rodo-ferroviária), de apoio à Região Norte e ao Sul da Galiza. Segundo o autarca, este espaço terá um papel fundamental na articulação do tecido produtivo do Norte de Portugal e da Galiza.
A plataforma de Valença será articulada com as que estão previstas a nível nacional no âmbito do Portugal Logístico e terá uma ligação preferencial com as da vizinha Espanha, nomeadamente com a que está a ser criada em Salvaterra do Miño/As Neves, em frente a Monção.

In Público, 22.10.2007, Andrea Cruz

Sem comentários:

Publicar um comentário