quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Cavaco Silva visita Valença a 8 de Outubro

O presidente da República, Cavaco Silva, agendou uma visita à cidade de Valença, para o próximo dia 8 de Outubro, após um convite formulado, em Novembro do ano passado, por Jorge Mendes, logo após ter sido eleito presidente de Câmara. O autarca social-democrata diz que recebeu com alguma surpresa e orgulho esta confirmação. Apesar de ter mantido alguns contactos pontuais com o chefe de Governo, o presidente da Câmara Municipal de Valença diz que vai aproveitar a presença de Cavaco Silva em Valença, para dar conta da realidade social daquela que é a segunda cidade do distrito de Viana do Castelo, e ainda alertar para algumas preocupações. O programa da visita de Cavaco Silva a Valença está a ser elaborado pela autarquia. Entre os actos solenes de recepção ao chefe de Governo, destaque para a inauguração da creche da freguesia de Cerdal e a visita a uma unidade fabril instalada no concelho. Cavaco Silva aceitou o convite enderaçado pelo autarca de Valença, Jorge Mendes, após a sua tomada de posse em Novembro do ano passado, para visitar o concelho. Visita decorre sexta-feira, 8 de Outubro.
in Rádio Vale do Minho

VALE DO MINHO - UNIMINHO adjudica estudo para criação de uma rede de serviços de saúde para o Vale do Minho Transfronteiriço

A UNIMINHO – Associação do Vale do Minho Transfronteiriço - adjudicou o estudo para a “Criação de Redes de Referenciação em Serviços de Saúde no Vale do Minho Transfronteiriço”, à Universidade de Vigo, no valor de cerca de 50 mil euros. Rui Solheiro prevê que, até ao final deste ano, possa ser apresentada uma proposta aos dois governos. O objectivo do estudo é elaborar um projecto de Protocolo de Cooperação Transfronteiriça na área da Saúde, de forma a definir os moldes de uma cooperação entre estruturas e recursos de saúde no Vale do Minho Transfronteiriço, integrar uma rede transfronteiriça de cuidados de saúde e, ainda, promover o intercâmbio de boas práticas entre os diversos parceiros no âmbito de actuação do projecto, como assim dá conta Rui Solheiro. A UNIMINHO acaba de adjudicar o estudo para criação de uma rede de serviços de saúde para o Vale do Minho Transfronteiriço Os destinatários são as Administração Públicas de Portugal e Espanha com responsabilidades na área da saúde, a população com domicílio ou permanência temporária no Vale do Minho Transfronteiriço e os profissionais de saúde. Até ao final do ano será entregue uma proposta aos governos portugês e espanhol.
in Rádio Vale do Minho

VALENÇA - Autarca receia perder SIV devido a número reduzido de chamadas. SAP local também com menos utentes

O presidente da Câmara Municipal de Valença confirma um decréscimo do número de utentes que tem recorrido ao SAP do centro de saúde local, entre as 20h00 e a meia-noite, bem como nos serviços realizados pela viatura de Suporte Imediato de Vida. Jorge Mendes dá conta que com estes dados, "não se justifica ter os profissionais de saúde no período nocturno". Mas mais grave, assegura, é a hipótese de o concelho perder a SIV, caso as pessoas continuem a dirigir-se ao centro de saúde da cidade ou ao SUB de Monção em viatura própria, daí lançar um apelo. Por outro lado, o executivo municipal de Valença está a fazer um levantamento do número de idosos do concelho e, consequente, identificação das suas carências, com o objectivo de dar um pleno funcionamento à Unidade Móvel de Valença. Jorge Mendes diz-se descontente com o serviço prestado até agora, e acredita que é possivel melhorar. O SAP de Valença e a SIV registaram nos últimos meses um decréscimo no número de utentes. Autarquia faz apelo à população para que, em caso de emergência, liguem o 112 e não utilizem viaturas próprias para se dirigirem aos serviços de saúde de Valença ou de Monção. Em causa está o receio de perder a viatura de Suporte Imediato de Vida do concelho. De resto, o serviço prestado pela Unidade Móvel de Saúde vai ser melhorado, com mais proximidade dos idosos necessitados.
in Rádio Vale do Minho

Vale do Minho: Procura de Agosto não chegou para colmatar a crise no comércio

O comércio do Vale do Minho continua a passar um mau bocado. Esperava-se que o mês de Agosto pudesse vir a compensar as perdas que se vêm sentindo no último ano, mas as carteiras dos muitos visitantes que continuam a passar pela região é que teimam em não corresponder às necessidades dos comerciantes locais, tal como disse à Geice o presidente da União Empresarial do Vale do Minho, Joaquim Covas.
O Vale do Minho continua a ser atractivo para os visitantes, mas os gastos no comércio local mantiveram-se este Verão em baixa. Recorde-se que os comerciantes locais têm vindo a sofrer de uma forma mais acentuada este período de crise, fruto também das fortes dificuldades económicas que se fazem sentir na vizinha Galiza. O certo é que este Verão não chegou para compensar as perdas dos últimos meses.
in Rádio Geice

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Desfolhada Minhota Internacional - Com Vinhos, Petiscos, Danças e Cantares

Valença e Tui promovem uma Desfolhada Internacional com o lema  “Reviver a Tradição”, sábado, 2 de Outubro, no Campo de Marte, na Fortaleza, a partir das 20h00, com a participação de cerca de 300 figurantes. (Se estiver tempo chuvoso o evento será transferido para o edifício dos Bombeiros Voluntários). A iniciativa é uma organização conjunta da Câmara  Municipal de Valença e do Ayuntamiento de Tui.
O evento começa às 10h00 com uma exposição alusiva às alfaias agrícolas ligadas ao ciclo do milho. A meio da manhã as arruadas animarão as principais ruas do centro histórico a cargo do grupo “Amigos do Bombinho”, de Fontoura. 
Reviver as mais puras manifestações culturais galaico-minhotas, de Valença e Tui, mostrando a dinâmica cultural e a riqueza etnográfica promovida pelos movimentos associativos locais, é o grande objectivo desta primeira edição, para o Dr. Jorge Mendes, Presidente da Câmara de Valença.
À noite, a partir das 20h00, recomeçam as arruadas pelos “Amigos do Bombinho”, acompanhados pelas gaitas galegas da Associación de Muiñeiros do Tripes, de Tui.
A desfolhada começa às 20h30, com a entrada de um carro de bois carregado de milho, acompanhado por cerca de 300 figurantes pela Porta da Coroada, em direcção ao Campo de Marte. Na praceta uma eira tradicional, um espigueiro e um conjunto de alfaias, ligadas ao ciclo do milho, compoem o cenário. Começa a desfolhada, soltam-se as cantigas, as anedotas, as estórias e as lendas.  Os sons estridentes das concertinas e dos bombos misturam-se com as gaitas de foles. Pelo meio a ânsia de aparecer uma espiga rainha e manda a tradição de roubar um beijo  a uma donzela, ou de aparecer uma espiga com “filhos” e  cumprir o ritual de acender uma vela e colocar a espiga numas alminhas, que se encontrem num cruzamento de caminhos, para espantar os maus espíritos.
Não faltarão os  bardeiros e até uma meda para compor o cenário e o espigueiro para guardar as espigas e fechar o ritual da desfolhada.
Numa festa galaico-minhota é claro que não pode faltar o bom vinho e os petiscos e a sempre presente Queimada Galega. As tasquinhas terão os afamados vinhos verdes, os variadíssimos fumeiros, os os pasteis e pataniscas de bacalhau, o bolo do tacho e é claro a doçaria regional.
A iniciativa conta, ainda, com a colaboração da Associação Cultural e Recreativa de S. Salvador de Gandra, Grupo Cultural e Recreativo os Camponeses Minhotos de Cerdal, Rancho Infantil e Juvenil de Friestas, Rancho Folclórico de São Julião, Grupo Folclórico de Ganfei, Grupo “Amigos do Bombinho” de Fontoura e Associación de Muiñeiros do Tripes. 

terça-feira, 28 de setembro de 2010

O monologuista Rober Bodegas abre a programación de outono no Teatro Municipal

Será o venres ás 21.30h Presenta a súa obra “E un condón por se pillo”. Este venres comeza a programación de outono no Teatro Municipal de Tui. O monologuista Rober Bodegas presenta a comedia “E un condón por se pillo” na que lembra a chegada do seu espertar sexual. Neste monólogo fai unha reflexións sobre os traumas adolescentes e as inseguridades propias do momento.
Rober Bodegas foi gañador do concurso da TVE “El Rey de la comedia” e é guionista do programa de La Sexta “Se lo que hicisteis”. 
A cita será ás 21.30h no Teatro Municipal. As entradas teñen un custo de 5€ e 3€. Pódense adquirir en venda anticipada na web www.culturatui.info, ou hora e media antes da función no despacho de billetes da Área Panorámica
A programación de outono que comeza este venres ofrece un total de dez espectáculos con monólogos, teatro adulto e infantil, danza e música.
Rober Bodegas con “E un condón por se pillo”
Lugar: Teatro Municipal de Tui
Data: Venres, 1 de outubro
Hora: 21.30h
Entradas: 5€ e 3€ venda en www.culturatui.info ou no despacho de billetes hora e media antes do comezo da función. 

Apicultores Encontraram-se em Valença

A A.P.I.M.I.L. organizou em Valença sessão de informação sobre novos produtos
A Associação de Apicultores do Minho Lima promoveu em Valença mais uma sessão de esclarecimento sobre a actividade apícola. De acordo com o presidente da associação, Alberto Dias, este foi mais um encontro de sócios, na qual foram dados a conhecer novos produtos relacionados com a actividade. O responsável explica que também foi debatido o fenómeno do desaparecimento de colmeias, na presença de técnicos e especialistas. Segundo Alberto Dias, as sessões de informação vão continuar a ser feitas, até porque, como diz, esta é uma actividade que tem de ser reciclada e ajustada à mudança, sobretudo no que diz respeito aos tratamentos a adoptar. A Associação de Apicultores do Minho Lima promove este sábado em Valença mais uma sessão de esclarecimento sobre a actividade apícola. O encontro decorreu durante todo o dia e reuniu sócios dos diversos concelhos alto-minhotos.
in Vale do Minho Rádio

VALENÇA - Assembleia Municipal diz que EN 13 parece "uma zebra". EP confirma decréscimo de sinistralidade

A directora distrital da Estradas de Portugal confirma um decréscimo de sinistralidade na Estrada Nacional 13, resultante da beneficiação que a via sofreu ao longo do último ano. Luísa Cordeiro respondia desta forma às críticas e explicações exigidas pela Assembleia Municipal de Valença, àquilo que classificam de "sinalética desajustada". A presença de um elemento da Estradas de Portugal na última Assembleia Municipal de Valença foi exigida em Junho pelo presidente da mesa. Após os trabalhos de beneficiação do troço Valença-Caminha, Álvaro Gomes compara a EN 13 a "uma zebra", com "uma exagerada sinalética horizontal e mesmo vertical, obrigando os automobilistas a andar a uma velocidade de camião, naquela que é uma das mais importantes portas de entrada de Portugal". Com as obras de beneficiação, a delegação dregional da Estradas de Portugal diz que a EN 13 deixou de ser uma das vias com registo de maior sinistralidade no distrito de Viana do Castelo. No entanto, os deputados da Assembleia Municipal de Valença mostram-se descontentes com aquilo que classificam de "zebra", acrescentando que a A3, por ser portajada, não é uma alternativa à EN 13.
in Vale do Minho Rádio

“A Vida de São Teotónio” entra em Palco Espectáculo Apresenta-se em Tui

O Grupo de Teatro Amador de Verdoejo apresenta “A Vida de São Teotónio”, em 28 de Setembro, às 21h00, no Teatro Municipal de Tui. A apresentação conta com o apoio técnico da Companhia de Teatro “Comédias do Minho” e a colaboração da Câmara de Valença e do Ayuntamiento de Tui.
Após a estreia da peça no auditório de Verdoejo - Valença, “A Vida de São Teotónio” entra em palco na vizinha cidade galega de Tui, no âmbito da apresentação da exposição “São Teotónio – Primeiro Santo Português”.
A peça “A Vida de São Teotónio” surge no âmbito do projecto comunitário de apoio ao teatro amador em Valença, dinamizado na Associação Cultural de Verdoejo com o apoio da Câmara Municipal. 19 actores dão vida a um espectáculo teatral que apresenta a vida de São Teotónio, o primeiro santo português, nascido em Valença.
O projecto comunitário de apoio ao teatro amador em Valença pretende “fomentar a criação / dinamização de iniciativas amadoras no concelho, na arte teatral, valorizando os valores locais e a grande capacidade artística e criativa das nossas colectividade culturais”, segundo o Presidente da Câmara, Dr. Jorge Mendes.
Sinopse de “A Vida de São Teotónio”
Há coisas que não mudam com o tempo? Uma delas é a grandeza de carácter de S. Teotónio, o primeiro Santo Português e padroeiro de Valença, terra que o viu nascer. Quase mil anos depois, impressiona a vida preenchida deste homem. Homem sim! É fácil atribuir poderes superiores aos que tanto se destacam do comum dos mortais. Mas ele nasceu a chorar como qualquer um de nós. Teve dúvidas, obstáculos, tentações como qualquer um de nós. Podia ter cedido, escorregado, uma vez que fosse. Podia pedir uma segunda oportunidade, ninguém o recriminaria. Ninguém? A não ser talvez o próprio. Dá que pensar: será a pureza do carácter como a do ferro: uma vez vergado jamais recupera a resistência original? Seja com for, do tempo em que as espadas forjaram esta nossa nação, chegou-nos a escrita de um anónimo monge, abalado pelo desaparecimento dum homem, cuja vida santa em boa hora decidiu perdurar: “A vida de S. Teotónio”.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Almoço Convívio do Batalhão de Caçadores 1935 "Os Galgos" Moçambique 1967/1969

Almoço Convívio do Batalhão de Caçadores 1935 "Os Galgos" Moçambique 1967/1969
DATA DA REALIZAÇÃO DO EVENTO: 16 de Outubro de 2010
HORA DE INICIO: 09H00
LOCAL DO EVENTO: Valença, Restaurante "Residencial Stop", Rua Monte do Calvário, n.º 130, São Pedro da Torre, 4940-509 Valença Telef. 251 839 160
DISTRITO DO EVENTO: Viana do Castelo
INSCRIÇÃO (TELEFONE, E-MAIL OU OUTRO CONTACTO): Telefone: 917 644 338 ou 969 663 131
NOME DO RESPONSÁVEL PELO EVENTO: Euclides Correia
TEXTO DO EVENTO: Procuramos Antigos Camaradas dos quais não temos qualquer informação pelo que, pedimos que nos contacte.
Além de termos todo o prazer da vossa comparência e, de toda alegria de vos ver, esperamos por mais um "Galgo".
Até ao dia do evento.

Valença Vida Activa para Seniores Danças de Salão e Actividades Físicas

A Câmara Municipal de Valença tem abertas as inscrições para o programa “Vida Activa”, para os seniores do concelho, com mais de 60 anos. O início das actividades está programado para a primeira semana de Outubro.
As inscrições decorrem nas juntas de freguesia da área de residência dos interessados e na Piscina Municipal.
O Programa “Vida Activa” tem um papel fundamental na actividade física orientada regular, para seniores, vocacionada para a promoção da saúde e bem-estar, segundo o Presidente da Câmara, Dr. Jorge Mendes. A autarquia está satisfeita com o elevado número de séniores que aderiram no ano anterior, número que certamente será superado este ano com as novas actividades previstas que em muito enriquecerão este programa.
As aulas decorrerão duas vezes por semana em grupos com um máximo de 25 pessoas. Um dia será dedicado à ginástica de manutenção e outro às danças de salão. A par destas duas actividades, na Piscina Municipal, o hidrosénior está programado para as terças e quintas-feiras, para os interessados. Em estudo estão, ainda, outras actividades que possam dinamizar o programa e cativar os seniores.
O programa “Vida Activa” tem por objectivo aumentar a interacção social, diminuir o isolamento, aumentar os níveis de independência e autonomia, ocupar os tempos livres e promover o bem-estar, no que toca à perspectiva social. Uma melhor saúde para os seniores é outra das metas, sobretudo: aumentar a aptidão cardiovascular, os níveis de força e resistência musculares, manter e ou atenuar a perda de flexibilidade, coordenação e equilíbrio, diminuir os factores de risco ao desuso e ao envelhecimento.

Aterro de Valença vai ficar mais onze anos no concelho

O aterro sanitário do vale do Minho, instalado desde 1997 em S. Pedro da Torre, Valença, acaba de ver renovada a sua permanência na freguesia por mais 11 anos.
Na sexta-feira, a Assembleia Municipal de Valença decidiu, por maioria, suspender a cláusula de rotatividade definida no contrato de exploração do equipamento. A ValorMinho, sociedade gestora da infra-estrutura, irá agora desencadear o processo de licenciamento que será sujeito à aprovação do Ministério do Ambiente.
A decisão da assembleia de Valença veio assim ao encontro da posição assumida no dia 19 pela Assembleia de Freguesia de S. Pedro da Torre. Aí, a proposta de continuidade do aterro foi também aprovada, uma vez que a localização alternativa que era proposta, na freguesia de Cornes, de Vila Nova de Cerveira, dista apenas 400 metros da actual. A freguesia de S. Pedro da Torre aceitou a permanência do aterro mediante o pagamento de uma renda mensal de 50 mil euros por parte da ValorMinho.
"S. Pedro da Torre ia continuar com o aterro à porta, sem ganhar nada com isso. Assim, conseguimos uma importante contrapartida financeira para a freguesia", explicou o autarca Manuel Afonso.
in Público

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Valença Aposta nos Quadros Superiores - Incentivos aos Jovens Estudantes

A Câmara Municipal abriu o concurso para a atribuição de bolsas de estudo para os estudantes valencianos que frequentam o ensino superior. Os interessados deverão formular a sua candidatura até 3 de Novembro junto dos Serviços Municipais de Acção Social, no res do chão do edifício da Câmara Municipal, na Rua da Oliveira.
A autarquia valenciana, com a atribuição das bolsas, pretende contribuir para a formação de jovens quadros oriundos do concelho. As bolsas destinam-se a alunos a frequentar o ensino superior que apresentem limitações a nível económico e comprovadamente bom aproveitamento escolar.
Relativamente ao último ano lectivo a autarquia atribuiu, 10 bolsas de estudo em valores que variam entre os 100 € e os 110 €.
As bolsas de estudo são um apoio essencial para muitos jovens estudantes concretizarem a oportunidade de terem uma formação superior. Para o Presidente da Câmara, Dr. Jorge Mendes, a autarquia pretende reforçar a aposta na atribuição de bolsas. Em análise está o aumento do número de beneficiários, sobretudo, numa época em que muitas famílias se deparam com dificuldades financeiras em proporcionar, aos seus filhos, uma oportunidade de concretização de uma formação superior.
Podem concorrer, anualmente, à atribuição das bolsas de estudo, os jovens estudantes valencianos que frequentem o ensino superior e que apresentem comprovativos de necessidade de apoio para a continuação da sua formação.

Rastreio CardioVascular em Valença

A equipa da REDENCED-enfermeirosPT® de Valença, da Rede Portuguesa de Enfermeiros ao Domicílio, vai promover um rastreio de risco cardiovascular, em Valença, no fim de semana de 25 e 26 de Setembro, no Jardim Municipal, com a colaboração da Câmara Municipal.
A Hipertensão Arterial constitui uma ameaça para a saúde de 42% dos Portugueses (Fundação Portuguesa de Cardiologia, 2005) sendo uma das principais causas de morte e incapacidade em Portugal. Por outro lado a Diabetes ameaça 11,7% dos Portugueses (PREVADIAB 2009) e agrava o risco das doenças cardiovasculares.
Conscientes desta realidade, a Rede Portuguesa de Enfermeiros ao Domicílio (REDENCED-enfermeirosPT®) quer proporcionar à população de VALENÇA um rastreio gratuito, como forma de diagnosticar precocemente estas doenças e criar espaços de sensibilização para a importância do seu diagnóstico e tratamento.
O rastreio será realizado nos dias 25 e 26 de Setembro, das 9h às 13h, no Jardim Municipal de Valença. Actividades: - avaliação da Tensão Arterial; - avaliação da Glicemia Capilar (açúcar no sangue); - avaliação do Índice de Massa Corporal (I.M.C.); - avaliação do Perímetro Abdominal; - avaliação do Colesterol; projecção de filmes relacionados com a saúde.
Esta actividade tem, ainda, o apoio dos Bombeiros Voluntários de Valença e a presença da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental – A.P.P.A.C.D.M. – Centro de Actividades Ocupacionais de Valença.
Esta acção será dinamizada pelas enfermeiras Andreia Alves, Andreia Viana, Cátia Alves da equipa da REDENCED-enfermeirosPT® de Valença.

O PARADOR DE TUI RETOMA A TERTULIA DE ANÉCDOTAS TUDENSES ESTE DOMINGO 26 DE SETEMBRO ÁS 19,00 H CON MANUEL VÁZQUEZ DE LA CRUZ

O Parador de Turismo “San Telmo” de Tui da continuidade neste domingo 26 de setembro, ás 19,00 horas, a unha interesante iniciativa iniciada no pasado mes de marzo que baixo o nome de “Anecdotario tudense” desenvólvese o último último domingo de cada mes. Unha tertulia arredor de anecdotas da vida da nosa cidade ao longo do tempo; cada mes unha persoa de Tui abre a tertulia narrando unha destas anecdotas e abrindo así o turno para a intervención dos asistentes.
Neste domingo será Manuel Vázquez de la Cruz quen encete esta nova andaina das tertulias do Parador con dúas historia: “Varón y plebeyo” e “El indiano enamorado”. Será presentado pola corresponsal do “Faro de Vigo” no Baixo Miño, Eva González.
Este ciclo de “Anecdotario tudense” terá continuidade nos vindeiros meses coa intervención doutros veciños de Tui. Para o director do Parador, David Villar Alonso, esta iniciativa tenta dinamizar a vida e a actividade deste establecemento hosteleiro tudense e recuperar os seus tradicionais lazos de unión coa cidade de Tui e os seus veciños. Trátase dunha tertulia aberta á participación de todos os interesados que queiran achegar as súas anecdotas e curiosidades arredor do tema ao que se dedica a tertulia de cada mes.
No pasado mes de marzo foi Alberto Estévez Piña quen abriu esta tertulia, continuando nos meses seguintes Javier Rodríguez Vázquez, Jesús Pazo Diz e D. Ricardo García Fernández.
David Villar Alonso agradece a todos os participantes a sua xenerosa colaboración así como o apoio do Concello de Tui que anima esta interesante iniciativa que pretende plasmarse nunha publicación ao final do ano, na que recolla as principais anecdotas deste ciclo. 

terça-feira, 21 de setembro de 2010

ESCE lança 2ª edição da pós-graduação em Gestão da Qualidade

A Escola Superior de Ciências Empresariais (ESCE) do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), localizada em Valença, lançou este ano lectivo de 2010/2011 a 2ª Edição da Pós-graduação em Gestão da Qualidade.

As inscrições encontram-se abertas até ao dia 15 de Outubro de 2010, sendo que o período de selecção e seriação dos candidatos será de 18 a 22 de Outubro de 2010. No dia 25 de Outubro de 2010, serão publicados os resultados da seriação dos candidatos.
Nesta 2ª edição fruto do protocolo celebrado entre a ESCE e APCER, os alunos da Pós-graduação em Gestão da Qualidade que optarem pela realização do exame escrito da APCER e ficarem aprovados, obterão o certificado de Auditor Interno da APCER.

Jornadas Europeias de Património - Valença e Tui Evocam História Conjunta

As cidades de Valença e Tui promovem as Jornadas Europeias de Património em 24 de Setembro, com o lema “Valença do Minho – Património: uma carta da história” e 2 e 3 de Outubro com o título “Tui – O Património Cultural do século XX”, numa iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Valença e do Ayuntamiento de Tui.

Dar a conhecer um vasto conjunto patrimonial transfronteiriço, com características singulares e  únicas em termos europeus é o grande objectivo destas jornadas que pretendem, ainda, incentivar a dinamização cultural entre as duas cidades, segundo o Presidente da Câmara de Valença, Dr. Jorge Mendes.
As jornadas começam com o IIIº Percurso Turístico Cultural Nocturno, sexta-feira, 24 de Setembro. A iniciativa inicia-se às 21h30 no Núcleo Museológico de Valença com uma visita guiada à exposição “Unidades Militares de Valença  - século XVII – XX”. Segue-se uma visita guiada pelos baluartes de São Francisco, do Carmo e do Socorro.  Para as 22h15 está programada a tertúlia “A  vida social e cultural na Praça-Forte nos séculos XVIII e XIX. Factos, figuras e algumas peripécias”, a cargo do Major Pereira de Castro e do Coronel Pereira de Carvalho. Para as 23h00 está programado um  momento musical no Baluarte do Socorro, com o rio Minho, a ponte metálica internacional e o Centro Histórico de Tui de pano de fundo.
Com o lema “Tui – O Património Cultural do Século XX”  em 2 de Outubro as Jornadas Europeias de Património serão dinamizadas na cidade de Tui. A iniciativa começa às 18h00  com uma visita à Igreja de San Bartolomeu de Rebordáns (conjunto arquitectónico e intervenções arqueológicas do século XX), orientado por Avelino Bouzón Gallego.
Em 3 de Outubro, às 12h00, será promovido o Percurso dos Soutomaior na Cidade de Tui (uma valorização contemporânea do nosso passado), com início na Catedral de Santa Maria de Tui e orientado pelo historiador Suso Vila. Para as  19h00 está programado um concerto pelo grupo de metais “Faiscas” na Igreja de Sán Domingos.

“Tempo Perdido - O Tempo É Excitante” entra em Palco - Teatro Comédias do Minho em Valença

A Companhia de Teatro Comédias do Minho apresenta “Tempo Perdido - O Tempo É Excitante”, 5 espectáculos, entre 22 e 26 de Setembro, em 5 salas de Valença, com o apoio da Câmara Municipal.
Levar a actividade cultural, de qualidade, aos vários pontos do concelho é uma mais valia que os espectáculos das Comédias do Minho estão a proporcionar em Valença, segundo o Presidente da Câmara, Dr. Jorge Mendes.
O ponto de partida para este espectáculo são algumas histórias dos cinco actores que trabalham, há cerca de cinco anos, nas Comédias do Minho, no Vale do Minho.
Quais os segredos que cada um guarda e a que normalmente o público não tem acesso? Será que estão a falar verdade ou nos mentem descaradamente?
"Tempo Perdido" acabou por ser um exercício sobre a passagem do tempo…

Espectáculos em Valença:
22 de Setembro - Valença :: Biblioteca Municipal (22h00)
23 de Setembro - Gandra :: Junta de Freguesia (22h00)
24 de Setembro - Arão :: Junta de Freguesia (22h00)
25 de Setembro - Ganfei :: Junta de Freguesia (22h00)
26 de Setembro - S. Julião :: Junta de Freguesia (16h30)

Direcção Artística, Cenografia e Guarda Roupa: Sílvia Real
Co-Criação e Interpretação: Gonçalo Fonseca, Luís Filipe Silva, Mónica Tavares, Rui Mendonça, Samuel Alves e Tânia Almeida
Assistência de Ensaios e Apoio Dramatúrgico: Samuel Alves
Coordenação Técnica e Desenho de Luz: Vasco Ferreira
Apoio Cenográfico: Carlos Bártolo
Apoio aos Figurinos: Ana Teresa Real
Fotografia: Susana Neves
Produção: Comédias do Minho
Colaboração: com Produções Real Pelágio

Valença decide esta semana sobre a localização do Aterro Multimunicipal

Na próxima sexta-feira a Assembleia Municipal de Valença vai tomar uma decisão definitiva sobre a manutenção da localização do Aterro Intermunicipal de Vale do Minho na freguesia de S. Pedro da Torre, em Valença. Isto porque a nova localização aponta para um terreno localizado cerca de 400 metros ao lado do actual aterro, mas já na freguesia de Cornes, em Vila Nova de Cerveira. Na prática, o edifício de apoio mantem-se, os resíduos é que passam a ser depositados mais ao lado por um período de 10 anos. A Assembleia de Freguesia de S. Pedro da Torre já se pronunciou sobre o assunto, e decidiu optar pela manutenção da localização, desde que mediante algumas contrapartidas e compromissos, como disse à Geice o autarca Manuel Afonso.
A Assembleia de Freguesia de S. Pedro da Torre optou pela manutenção da localização do aterro, recendo como contrapartida 50 mil euros por ano e com o compromisso de que o próximo aterro nunca será construído a menos de 10 quilómetros do actual. Uma decisão que deverá ser ratificada na Assembleia Municipal de Valença, já esta sexta-feira. Refira-se que o aterro da Valorminho recebe uma média anula de 35 mil toneladas de resíduos. Desde 1998 que o aterro está instalado em S. Pedro da Torre, Valença, mas numa história longa e polémica, o Supremo Tribunal Administrativo, decretou o seu encerramento compulsivo em 2004 devido a questões processuais que não se cumpriram durante a sua construção. A autarquia de Valença invocou então a “impossibilidade de cumprimento do acórdão”, tendo em conta os “custos exorbitantes” com o eventual desmantelamento da estrutura e porque não haveria nenhum espaço para a deposição dos lixos dos seis municípios.
in Rádio Geice

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Intervenção na Ibérico Nogueira - Requalificação Urbana de Valença

A Requalificação da Rua Ibérico Nogueira, na Cidade Nova de Valença, já avançou numa empreitada com um prazo de execução de 180 dias e um custo de 245 mil euros.
A intervenção vai redefinir a principal artéria transversal da Cidade Nova, dando-lhe um melhor alinhamento, funcionalidade e enquadramento urbano. Novos passeios, áreas de estacionamento organizado, a colocação de nova iluminação pública e mobiliário urbano, são aspectos relevantes desta obra. O verde ganhará mais espaço, também, com faixas relvadas e colocação de árvores que pretendem transmitir uma imagem mais verde, urbana, humanizada e atractiva. A empreitada implicará, ainda, uma intervenção na drenagem de águas pluviais e na rede pública de água.
A intervenção pretende dar uma nova funcionalidade e imagem à área da Cidade Nova, segundo o Presidente da Câmara, Dr. Jorge Mendes, e combater a imagem de área urbana descaracterizada. Dar um novo impulso à actividade comercial, proporcionando uma área urbana, com mais qualidade de vida para todos, são o grande objectivo desta intervenção.
A autarquia, recentemente, conseguiu concretizar uma intervenção entre a Rua Ibérico Nogueira e a avenida de São Teotónio num espaço que estava devoluto e cheio de mato. Nesta área urbana finalizou recentemente a requalificação da avenida de São Teotónio e parte da avenida do Colégio Português. Em preparação está, ainda, uma intervenção de fundo no edifício do Mercado Municipal, tanto ao nível da estrutura como da funcionalidade e serviço à população.

domingo, 19 de setembro de 2010

Museu Ferroviário de Valença deverá abrir em 2012

O edifício de apoio à estação de comboios de Valença, propriedade da Refer, vai ser transformado em Museu Ferroviário para divulgar a história dos caminhos-de-ferro no concelho, que remonta a 1875. A ligação internacional à Galiza através da ponte internacional metálica rodo-ferroviária está prestes a completar 120 anos.
O projecto do novo equipamento, orçado em 500 mil euros, integra uma candidatura conjunta, que acaba de ser aprovada, apresentada pela Câmara Municipal do Entroncamento, pela Fundação Museu Nacional Ferroviário e pela Câmara de Valença, aos fundos comunitários do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN). A candidatura integra um total de 22 projectos a realizar em todo país ao abrigo do programa "Turismo Científico e Cultural como produto estratégico".
O Museu Nacional Ferroviário tem diversos núcleos espalhados pelo território nacional e é gerido pela fundação com o mesmo nome. A sua sede localiza-se no Entroncamento e dispõe de dez núcleos em Arco do Baúlhe, Bragança, Chaves, Estremoz, Lagos, Lousado, Macinhata do Vouga, Nine, Santarém e Valença. Este último está instalado na antiga cocheira de locomotivas da estação ferroviária fronteiriça, também propriedade da Refer, um espaço exíguo e sem as necessárias condições para acolher o espólio ferroviário disperso pelo município, particulares e outras entidades, bem como para receber condignamente os visitantes.
No investimento total haverá uma comparticipação de 65 por cento do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (Feder), cerca de 375 mil euros, e de 35 por cento do município de Valença, 125 mil euros.
Durante o próximo ano, a autarquia liderada pelo presidente social-democrata Jorge Mendes espera ter o projecto de arquitectura concluído, estimando-se que a requalificação do edifico onde ficará instalado o museu possa estar terminada em 2012. O projecto prevê a reabilitação de toda a zona envolvente do Largo da Estação.
"Queremos um museu de grande qualidade, que venha a dar visibilidade a todo o espólio existente no concelho e que venha a representar mais um pólo de atractividade do município", sublinhou o autarca.
in Público

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

1º Torneio de Ténis Cidade de Valença

Os Courts de Ténis, do Complexo das Piscinas Municipais, recebem o 1º Torneio “Cidade de Valença” sábado, 18 de Setembro, com provas de manhã das 10h00 às 12h30 e à tarde das 14h30 às 19h00.
O torneio está aberto a todos os interessados, nas categorias singulares femininos e masculinos e funcionará pelo sistema de eliminação à melhor de 1 set.
Estimular a prática de ténis no concelho é, segundo o Presidente da Câmara, Dr. Jorge Mendes, o grande objectivo deste torneio, bem como mostrar a disponibilidade e potencialidades dos Courts de Ténis Municipais.
O torneio pretende ser essencialmente um torneio social, entre os participantes, não se registando a presença de árbitro durante os jogos.
O torneio será regido pelo regulamento oficial da Federação Portuguesa de Ténis.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Sindicatos lusos ven ‘un crimen’ en los despidos de Rodman

Lamentan que el Gobierno portugués no investigue al grupo vigués por despedir a 35 trabajadores en Valença hace un año y medio tras recibir ayudas públicas
La Uniao de Sindicatos de Viana do Castelo lamenta que el Gobierno portugués no investigue al grupo vigués Rodman por despedir a 35 trabajadores cuando la empresa recibió ayudas públicas y se había comprometido a crear 200 empleos. El portavoz del sindicato, Branco Viana, considera que lo hecho por el empresario vigués es ‘un crimen’ y que siguen a la espera de respuestas por parte del Ejecutivo luso.
Rodman compró hace unos meses Varadero Pérez Méndez, un astillero vigués en quiebra. Foto: Archivo
‘Hace más de un año que pedimos una investigación a fondo, pero por el momento no tenemos noticias al respecto’, explicó Viana a este diario. Y es que hace un año y medio que Rodman decidió echar de su planta de Valença (Rodman Lusitania) a 35 empleados, algo que generó una gran polémica entre los sindicatos que estuvieron varios meses negociando con la dirección. El portavoz de la central de Viana de Castelo recuerda ahora que la empresa se comprometió en 2004 a crear cerca de 200 puestos de trabajo a cambio de ayudas públicas (3,6 millones de euros, además de beneficios fiscales hasta 2012). La fábrica que tiene en la localidad portuguesa apenas tiene carga de trabajo en la actualidad debido a la grave crisis de la construcción de embarcaciones de recreo. Sólo tiene cinco empleados. No obstante, a pesar de la mala situación de esta planta, el grupo vigués compró hace unos meses un astillero en quiebra por 480.000 euros, tal y como ya había adelantado este diario. Se trata de Varadero Pérez Méndez, ubicado en Teis junto a su astillero Metalships, que se dedica a la construcción y reparación de grandes buques y que tiene carga de trabajo asegurada sólo para unos meses. Mientras, Polyships (también del grupo) tiene en vigor un Expediente de Regulación de Empleo (ERE) sobre la totalidad de su plantilla, 320 trabajadores. El expediente entró en vigor en noviembre del año pasado y se extenderá durante todo 2010. La empresa justificó su aplicación por la fuerta caída de la demanda de barcos de recreo, segmento que ocupa el cien por cien de este astillero. Además, cabe recordar que Rodman compró a finales de los años 80 las antiguas instalaciones de los astilleros Ascón -también en quiebra, como Varadero Pérez Méndezy lleva años intentando vender Metalships al Centro de Reparaciones Navales, proyecto que está totalmente paralizado.
in Atlántico Diário

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Valença a Pedalar em Família

A Câmara Municipal de Valença vai promover a iniciativa “Pedalar em Família” domingo, 19 de Setembro, com saída do Centro de Interpretação da Ecopista, às 9h30, da Ponte Seca, em Valença. A iniciativa está aberta a todos os interessados.
“Pedalar em Família” enquadra-se no projecto de dinamização anual da Ecopista do Rio Minho, incentivando a utilização e a projecção desta via verde. Já no início do ano a autarquia promoveu o “Valença a Pedalar” com muito sucesso.
Incentivar o uso da bicicleta no concelho de Valença, promovendo um maior contacto com  a Ecopista do Rio Minho e estimulando a prática desportiva e os hábitos de vida saudável são, segundo o Presidente da Câmara, Dr. Jorge Mendes, os grandes objectivos desta iniciativa.
A Ecopista do Rio Minho, de Valença a Monção, Prémio Europeu Vias Verdes, é uma via “colada” ao rio que faz o aproveitamento da antiga linha do caminho-de-ferro. A via tem uma extensão de 14 Km.
A ponte metálica do Manco, sobre o rio Furna, em Friestas e a do rio Gadanha, no troço de Monção, merecem uma atenção específica, nesta via,  pelo facto de terem sido as primeiras no país a utilizarem estruturas em ferro, o que faz destas pontes exemplares do património ferroviário português.
O percurso da ecopista proporciona passeios por vinhedos, campos de cultivo, contactos com o rio Minho, ribeiros e vistas sobre a Praça-Forte de Valença, a Catedral de Tui e a Torre de Lapela. As pesqueiras, os parques de lazer e as ínsuas, inseridas na Rede Natura 2000, e um vasto património edificado proporcionam trilhos turísticos complementares à ecopista, nomeadamente o da Insua do Crasto e o Entre Mosteiros.
A meio do percurso, nos limites do Valença com Monção, um observatório de avifauna faz as delicias dos apaixonadas pela natureza. Muitas espécies endógenas e migratórias encontram aqui um refugio singular. Mesmo ao lado um Painel Interpretativo de Paisagem ajuda os curiosos a terem uma melhor leitura sobre o espaço, a fauna e a flora possível de observar.

Trilho Pedestre de Real - Pelas Matas de Aveleiras e Gravuras Rupestres em Valença




A Câmara Municipal inaugurou o Trilho Pedestre de Real, na freguesia de Gandra, em 11 de Setembro, pelas matas de aveleiras, gravuras rupestres, levadas de água e velhos engenhos e moinhos, com uma excelente participação que superou as 3 dezenas de caminhantes. Com a distância de 6 Km's é um percurso rural / cultural que se desenvolve pela freguesia de Gandra, com um grau de dificuldade fácil.
O percurso foi acompanhado por guias especializados que deram a conhecer os pontos mais interessantes do percurso, sobretudo, o património edificado, a fauna e a flora  autóctone.
    O Trilho do Real inicia-se junto à Igreja Paroquial de Gandra, para percorremos por escassos metros a estrada em direcção ao lugar de Real- um pequeno aglomerado populacional, cujas ruelas são estreitas, o que torna esta passagem muito atractiva ao pedestrianista. Pouco depois, deixamos o núcleo populacional para entrarmos numa zona de acessos a campos agrícolas, muitos deles em pousio, para no ano seguinte receber a sementeira do milho ou de batata.
    O caminho dá lugar à estrada asfaltada, para caminharmos por cerca de 400 metros, até virarmos à direita por um outro caminho em terra que nos conduzirá a um local de elevada beleza natural, coberto por vegetação autóctone, onde predominam várias espécies de árvores, no entanto em maior quantidade as aveleiras (Corylus avellana).
    Chegados ao lugar de Picões, visitamos a pequena Capela de Sant' Ana, cuja simplicidade, nos convida a uma curta e merecida pausa. Continuando o caminho, já no lugar de Cais, junto a um regato, podemos a observar um conjunto de engenhos com motivos rurais, diversos moinhos com as suas inúmeras levadas, que tanto serviam para conduzir a água aos moinhos como para o regadio dos campos. O topónimo deste lugar, provavelmente deriva do galego “canles” que significa “levadas” ou “canais”. A abundância das linhas de água, definem e moldam o relevo desta área, e a vegetação autóctone, que margina nos leitos dos ribeiros e regatos, confere um grau de luz, cor e vida à paisagem.
    Logo depois, viramos no primeiro caminho em terra que surge à direita e nos conduzirá ao lugar de Pinheiro. Seguidamente, avistamos a Capela de St.º Amaro, indicando-nos a direcção para alcançarmos o local onde se iniciou este percurso. Durante este troço final podemos observar um elemento patrimonial da arquitectura industrial, a antiga Fábrica de Têxteis dos “Durães”, que pelas suas dimensões, deixa transparecer a importância que esta teve na economia e na vida das gentes desta freguesia e do concelho de Valença. Pelas estreitas quelhas e ruelas típicas portuguesas, alcançamos finalmente o local onde teve início este percurso de âmbito tão diversificado a nível paisagístico, cultural e de património local.

“CARICATURAS DE VALLE INCLÁN” NA SALA MUNICIPAL DE EXPOSICIÓNS DO CONCELLO DE TUI

A Sala Municipal de Exposicións do Concello de Tui acolle una mostra de trinta caricaturas de Ramón María del Valle Inclán, realizadas por artistas tan destacados como Picasso ou Castelao e que foron recollidas principalmente dos xornais de principios do século XX. A lista de debuxantes que reflectiron cos seus debuxos a personalidade de Valle complétase con nomes como Bagaría, Siro, Cebreiro, etc.
Esta mostra está organizada polo Departamento de Cultura da Excma. Deputación Provincial de Pontevedra, e que ten con obxectivo a divulgación da personalidade dun dos escritores pontevedreses mais universal.
As caricaturas teñen sido recompiladas pola técnico de cultura da Deputación de Pontevedra, Marta Lucio, quen afirma que a exposición ofrece “unha imaxe diferente do escritor e dende unha perspectiva amable”. Aínda que no seu momento o escritor arousán non se levou especialmente ben cos artistas coetáneos, nas caricaturas que podemos contemplar na exposición Valle-Inclán sae bastante ben parado. Sobre este particular figura na exposición un artigo xornalístico, que abre a mostra, asinado por J. Moya e publicado en “La Pluma” en 1923.
O Concelleiro de cultura tudense, Moisés Rodríguez Pérez, agradece á Deputación Provincial que conte con Tui á hora de programar a itinerancia das súas exposicións, que enriquecen a oferta cultural da cidade, especialmente neste caso ao mostrar una ampla colección de caricaturas sobre un egrexio escritor pontevedrés, Ramón María del Valle-Inclán.
Dende ambas institucións descúlpanse por non ter cumprido o que viña anunciado na programación cultural do Concello de Tui para este mes de setembro no que figuraba unha exposición de gravados de Francisco de Goya. Por problemas técnicos esta mostra foi aprazada ata novembro, ocupando agora a Sala de Exposicións tudense a mostra preparada para aquel mes.
Esta exposición permanecerá en Tui ata o vindeiro 24 de setembro en que continuará a súa itinerancia polos concellos da provincia.

sábado, 11 de setembro de 2010

Paula Franzini abre as portas do seu refúgio de férias em Valença, ao lado dos três filhos

Vive no Porto, mas é em Valença que Paula Franzini se refugia com a família. A decoradora é casada há 16 anos com o arquiteto Paulo Franzini, com quem trabalha em parceria
A decoradora e o marido, o arquiteto Paulo Franzini, apaixonaram-se por um terreno nesta zona rural do norte do País e, no espaço de um ano, construíram a casa de férias que faz as delícias dos três filhos, João, de 10 anos, e os gémeos Vasco e Francisco, de 8. ....
in Lux

Povo chamado a decidir futuro de aterro local

O aterro de Valença, estrutura pública que recebe os resíduos sólidos urbanos de seis concelhos do Vale do Minho, vive uma dupla ilegalidade. Desde 2004 que tem ordem de fecho do tribunal, e em 2008 acabaram os dez anos de período de funcionamento. Apesar disso, já está em cima da mesa a possibilidade de prolongar o seu tempo de vida por mais dez anos, caso o povo amanhã decida.
"Vamos reunir com as pessoas e tentar decidir. Há sempre quem seja a favor ou contra", disse ao DN o presidente da Junta de São Pedro da Torre, em Valença, Manuel Afonso. Isto porque a estrutura deveria passar para Cornes, em Vila Nova de Cerveira, a partir de 2011, segundo a localização entretanto aprovada, a menos de 500 metros da actual instalação. Dessa forma já estão em curso estudos para apurar a viabilidade de manter o aterro no mesmo local por mais dez anos. "Neste momento não nos comprometemos com nada. Se o povo assim o decidir, terá de haver compensações para a freguesia, mas isso ainda é muito cedo para abordar", diz.
A uma média anual superior a 35 mil toneladas de resíduos depositados, o aterro deverá ultrapassar em pelo menos três anos o prazo de vida útil, com o lixo a acumular-se num espaço que repre- sentou um investimento de mais de oito milhões de euros.
in Diário de Notícias

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Portagens nas SCUT "são ataque à economia do Norte"

Secretário-geral do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular realça a ligação entre o Norte de Portugal e a Galiza e deixa duras críticas ao Governo português.
O secretário-geral do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, Xoan Mao, considera que a introdução de portagens nas SCUT significa um ataque à economia do Norte de Portugal e da Galiza e considera que o Governo português foi mal-educado. 
“A euro-região Norte de Portugal/Galiza tem, segundo dados da Comissão Europeia e do Eurostat, um relacionamento que está entre os três mais importante da Europa, quase ao mesmo nível que tem, por exemplo, a Holanda com a Bélgica ou com Alemanha”, sublinha Xoan Mao, em declarações à Renascença. 
Neste dia-a-dia, em que três mil camiões atravessam a ponte Valença Tui, repara no que vai significar para os transportadores: primeiro, o acréscimo de custos e, segundo, as dificuldades que os transportadores galegos vão ter para levar as mercadorias a Portugal ou para as recolher”, destaca ainda. 
Xoan Mao critica também o modelo de pagamento das SCUT e acusa o Governo português de não ter respondido aos pedidos de esclarecimento do executivo Galego e do Eixo Atlântico. 
“É um ataque pela forma absolutamente inábil como se fazem as coisas. O Governo foi insensível. Podiam ter facultado à Galp a possibilidade da venda do dispositivo cá. Havia muitas hipóteses… O “El Corte Inglês” ou a Caixa Geral de Depósitos. Havia muitas hipóteses para minorar o impacto e foi tudo recusado com um único argumento: o desprezo e o silêncio. Nem sequer responderam por cortesia, coisa que nunca antes tinha acontecido. O Governo foi mal-educado”, acusa. 
Num registo mais político, o secretário-geral do Eixo Atlântico acusa mesmo o Governo de descontrolo total. 
“O sistema escolhido demonstra a absoluto descontrolo deste Governo. E não estou a falar de posições partidárias. Estou a falar de um Governo e de um Ministério com nomes e apelidos. Estou a falar de um Governo que primeiro cancela o TVG no Norte e agora faz isto. Isto parece que querem dizer que não querem que as pessoas do Norte continuem a ser portugueses”, contesta. 
O Governo anunciou ontem que as portagens nas SCUT entram em vigor a 15 de Outubro.
in Rádio Renascença

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Exposição “São Teotónio – Primeiro Santo Português”

A exposição “São Teotónio – Primeiro Santo Português” foi inaugurada ontem, 8 de Setembro, na vizinha cidade galega de Tui e estará patente ao público até 8 de Outubro, na Sala de Exposições da Área Panorâmica. A iniciativa partiu da Câmara de Valença e do Ayuntamiento de Tui.
Esta exposição pretende evidenciar e promover a imagem e o conhecimento do mais ilustre dos valencianos – São Teotónio, primeiro santo português, nascido em Ganfei, no tempo em que Valença era parte integrante da Diocese de Tui.
Um  conjunto de painéis fazem a resenha e a leitura histórica da vida e obra da figura de São Teotónio, nas suas vivências em Valença, Tui, Coimbra, Viseu, Jerusalém e outros locais por onde passou. Várias imagens da Capela de São Teotónio de Ganfei dão corpo a esta mostra que conta, ainda, com uma reprodução  da  tela alusiva ao santo, bem como da imagem em talha existente na Catedral da Sé de Tui.
Esta iniciativa de promoção / divulgação da figura de São Teotónio, na vizinha cidade de Tui contará, ainda, com a apresentação da obra “A Vida de S. Teotónio”, a cargo do Grupo de Teatro Amador de Verdoejo, no próximo dia 28 de Setembro, no Teatro Municipal de Tui.

AMPLA PARTICIPACIÓN NOS ACTOS DE CELEBRACIÓN DA XI XORNADA EUROPEA DA CULTURA XUDÍA EN TUI

Nesta nova edición da Xornada Europea da Cultura Xudía as actividades programadas volveron suscitar o interese dos tudenses e de numerosos visitantes.
O programa comezou o venres, 3 de setembro, coa inauguración da exposición “Prateiros xudeus en Tui” que integrada por unha ducia de pezas da propia Catedral e do Museo Diocesano amosa a presenza deste ourives, tanto xudeus como posteriormente conversos, traballando para o Cabido tudense na elaboración de obxectos de culto que testemuña a convivencia existente entre a comunidade xudía e a poboación cristián. Esta exposición está comisariada polos historiadores José Ramón Fernández e Suso Vila.

Volveu crecer coma en xullo o número de turistas que pernoctan na cidade

En agosto pasaron pola Oficina de Turismo 9.717 persoas Foron 2.300 máis que no mes xullo.
A Oficina Municipal de Turismo do Concello de Tui situada no Paseo da Corredoira recibiu o pasado mes de agosto un total de 9.717 consultas, de las que 8.741 foron de turistas nacionais e 973 de cidadáns estranxeiros. Estes datos superan en 2.300 as consultas recibidas neste servizo durante o pasado mes de xullo. O día en que máis persoas se achegaron ata esta oficina foi o mércores 11 de agosto cun total 477 demandas de información.
No que respecta ao turismo nacional os madrileños seguen a cabeza no número de visitantes que pasan por Tui cun total de 5.430 consultas, seguidos en segundo lugar e moi de lonxe polos andaluces con 1.041 consultas e polos cataláns con 1.016. Houbo turistas das 17 comunidades autónomas.
No que se refire ao turismo estranxeiro houbo consultas de cidadáns de 37 países entre os que están Arxentina, Corea do Sur, Italia, Chile, Xapón, Canadá, Camerún, Finlandia, EEUU ou Sudáfrica. A meirande parte de consultas por cidadáns estranxeiros foron realizadas por portugueses con 312 persoas que se achegaron á Oficina Municipal, seguidos de franceses con 117 consultas, e de alemáns con 102.
Na Oficina Municipal de Turismo tamén demandaron información sobre o Camiño de Santiago un total de 505 peregrinos durante o mes de agosto, dos que 460 eran españois, e 45 estranxeiros. Entre os peregrinos nacionais os que máis consultas realizaron están os madrileños con 191, seguidos de valencianos con 40. Mentres entre os estranxeiros están a cabeza os alemáns con 11 persoas que se achegaron ata este punto de información, seguidos de portugueses con 9 consultas e dos surafricanos con 5.
Por outra parte a Oficina Municipal de Turismo recolleu tamén datos entre as persoas que se achegaron a este servizo durante o mes de agosto sobre as pernoctacións realizadas. A cifra é case o dobre que a rexistrada no mes de xullo, o que pon de relevo unha tendencia a permanecer máis dun día na cidade, ou a facer de Tui o eixo das visitas aos concellos do redor. Os turistas que pasaron pola oficina que pasaron a noite en Tui elixiron principalmente o Parador de Turismo, o Hotel Alfonso I e a Pensión O Novo Cabalo Furado. Amais 63 deles viñeron en autocaravana.
A Oficina Municipal de Turismo abre de luns a venres de xeito ininterrompido de 10 a 20h, e as fin de semana de 10.30 a 14.30 e de 15.30 a 19.30h.
O Concelleiro de Cultura, Moisés Rodríguez, logo de estudar os datos da Oficina Municipal de Turismo referidos ao mes de agosto, fai un balance moi positivo polo importante número de consultas recibidas o que reflicte o gran número de turistas que pasaron pola cidade. Con este servizo municipal búscase, segundo explica, achegar aos visitantes información puntual e detallada de todos os lugares de interese que Tui posúe e das actividades que se celebran. Congratúlase amais de que ao igual que no mes de xullo se teña rexistrado unha alza no número de persoas que pernoctan en Tui, superándose así pouco a pouco a materia pendente que tiña o municipio. Noutra orde de cousas Moisés Rodríguez lembra que dende hai uns días os turistas que se achegan ata a Oficina Municipal reciben xa o novo folleto turístico de Tui que vén de ser editado en catro idiomas: castelán, galego, inglés e portugués. Con este material moito máis gráfico e moderno que o existente ata o de agora búscase, sinala, brindar aos turista unha información rápida e visual sobre o municipio.