quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Geminação entre as Cidades de Valença e Tui

As cidades fronteiriças de Valença e Tui vão estabelecer uma geminação. A intenção de aprofundar e institucionalizar as relações bilaterais já foi aprovada pelo Executivo e Assembleia Municipal de Valença.
O estabelecimento de laços de geminação entre as duas cidades, decorre da existência de características semelhantes e de pontos e referências históricas comuns. Uma intenção que procura, ainda, aprofundar e institucionalizar as relações de amizade, solidariedade e intercâmbio, estabelecendo mecanismos protocolares, essencialmente aos níveis económico, social e cultural.
A geminação é mais um passo para o avanço do projecto euro-cidade e para a institucionalização de um trabalho comum que, neste momento, é transversal a várias áreas da actividade municipal e da sociedade, segundo o Presidente da Câmara, Jorge Salgueiro Mendes. Concretizar o projecto de euro-cidade é uma mais valia para Valença e Tui, mas, também, para todo o Noroeste Peninsular e um exemplo de cooperação para a Europa, no âmbito do espírito de cidadania europeia, segundo Jorge Salgueiro Mendes.
Os núcleos urbanos de Valença e Tui são contíguos, separados pelo Rio Minho, mas unidos por duas pontes internacionais. As relações económicas, culturais e desportivas são intensas, com vários equipamentos e serviços de uso comum, como por exemplo a Piscina Municipal de Valença e o Teatro Municipal de Tui.
Entre Valença e Tui são séculos de história que ligam estes dois povos, unidos por anseios e objectivos comuns e por ancestrais laços de amizade e cooperação, que se solidificaram com a inauguração da Ponte Internacional no ano de 1886. Há, também, uma comprovada vontade, de ambas as partes, de colaborar solidariamente para o bem estar dos seus cidadãos e o desenvolvimento das relações mútuas, pelo que a institucionalização das relações bilaterais é um objectivo desejado por todos.

Sem comentários:

Publicar um comentário