quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Última itinerância da obra do artista Dacos chega a Valença sexta-feira

A terceira e última itinerância pelo Alto Minho da obra do artista belga Dacos, homenageado na XVIII Bienal de Cerveira, vai ser inaugurada na próxima sexta-feira, na Loja de Turismo de Valença, às 16h00.
‘Compromisso político ou o compromisso poético’ e ‘A Mulher ou as mulheres’ são dois dos cinco temas, apresentados na XVIII Bienal de Cerveira, que poderão ser (re)vistos em 43 gravuras, até 30 novembro, com o apoio da Câmara Municipal de Valença.
“É para nós uma honra poder levar também a Valença a obra do Dacos, que nos conta a sua vida, com um certo humor em alguns casos, de como ele viveu as relações, mas também de experiências de que ele foi rico e que enriqueceram muitos artistas”, referiu Henrique Silva, Vice-Presidente da Fundação Bienal de Cerveira.
Os antigos Paços do Concelho de Viana do Castelo (3 a 31 outubro) e a Casa Museu de Monção (31 outubro a 30 novembro) foram os outros dois locais que dão a conhecer o trabalho deste autor.
Dacos participou ao longo de mais de 20 anos nas atividades da Bienal. Desde a Escola de Belas Artes de Lisboa, à Sociedade Portuguesa de Gravadores, até à Cooperativa Árvore, o autor desenvolveu inúmeros ateliers de gravura, bem como intercâmbios de jovens artistas, portugueses e estrangeiros, com a Academia de Belas Artes de Liège.
Horário da Exposição na Loja de Turismo de Valença (Coroada, Fortaleza)
Segunda a sexta-feira: das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30
Sábado: das 09h00 às 12h30