domingo, 6 de novembro de 2016

Orçamento de 19,6 milhões de euros - Que se Vai Fazer em Valença em 2017

A Câmara Municipal de Valença aprovou o orçamento de 19,6 milhões de euros para 2017, tendo como grandes eixos a educação, a requalificação urbana da cidade, do centro histórico e da rede viária municipal, bem como a promoção turística.
Este é um orçamento focado nas pessoas, na melhoria da qualidade de vida em Valença, na dinamização e atratividade do concelho.
Valença vai ter um  Complexo Escolar da EB 2 e 3 / S renova com as melhores condições para os nossos jovens alunos. O Gabinete de Apoio ao Empreendedorismo e o Ninho de Empresas, no Centro de Inovação e Logística, avança, será inovador e dará apoio às iniciativas dos nossos jovens.
Investir em Valença é cada vez mais atrativo quer na área industrial, comercial, turística e agrícola.
O Gabinete do Apoio ao Munícipe avança e o Balcão do Munícipe será reforçado, tudo para modernizar a administração e simplificar a vida aos cidadãos e às empresas.
Impostos baixos, medidas de apoio social na educação, na habitação, na busca de emprego e na resposta às carências imediatas pretendem ajudar as famílias valencianas, sobretudo os mais desfavorecidos.
O Gabinete Eurocidade avança reforçando este projeto emblemático de Tui e Valença, um exemplo de cooperação para a Europa e o mundo.
A  4ª fase da requalificação da Fortaleza vai avançar, a par da regeneração urbana, na área  central da cidade, requalificando e humanizando. A requalificação da rede viária municipal das freguesias e a ampliação da rede de saneamento básico é para aprofundar levando melhores infra-estruturas e serviços aos habitantes do concelho.
A luta pela classificação da Fortaleza como Património Mundial, a aposta no turismo gastronómico, de natureza e no Caminho Português para Santiago, a dinamização cultural e  o reforço da promoção turística pretendem posicionar Valença como o grande polo turístico da região.
Aproximar Valença do rio, um recurso cheio de potencialidades, é uma prioridade. A dinamização da Ecopista do Rio Minho, com maior interligação ao rio, a valorização do Biótipo da Veiga da Mira, a criação dos cais de amarração pretendem aproximar os valencianos e os turistas ao rio e alavancar o turismo de natureza.
Para Jorge Salgueiro Mendes, Presidente da Câmara de Valença “Este é um orçamento que lança desafios, maximiza e potencializa o posicionamento geo-estratégico de Valença, envolve a sociedade e pretende uma Valença de todos para todos, onde os valencianos tenham mais qualidade de vida”.