terça-feira, 24 de maio de 2016

Valença Mostra Azulejos de Portugal

Valença apresenta a exposição “A Arte do Azulejo em Portugal: Património Azulejar de Valença”, em exposição no Núcleo Museológico de Valença, até 20 de setembro.
22 painéis mostram a evolução do azulejo português e os principais testemunhos azulejares existentes nos edifícios do centro histórico e da área urbana da cidade. Em especial as paredes revestidas a azulejo da Casa Toga e da Casa Azul, bem perto da Praça da República, duas das grandes referências de Valença, do século XIX, bem como o painel do poema da Alice Garção, na Coroada.
A mostra conta, ainda,  com mais de 150 azulejos individuais e diversos painéis oriundas das principais fábricas do pais, nomeadamente de Aveiro e do Carvalhinho do Porto.
A peça mais antiga, identificada nesta exposição, é um azulejo, a representar um galeão, do século XVI, da Fábrica do Carvalhinho, do Porto.
Esta exposição apresenta, pela primeira vez, um estudo sobre as marcas da riqueza e originalidade da arte do azulejo português representado em Valença.
Esta exposição conta com a especial colaboração do antiquário valenciano João Teixeira, do Museu Nacional do Azulejo e do Instituto Camões.