quinta-feira, 18 de agosto de 2016

As Mamoas da Chã do Marco da Quebrada em Gandra

Núcleo megalítico formado por 11 mamoas, das quais as números 1, 2, 3, 4 e 5 foram destruídas no decurso de um arroteamento do terreno para a plantação de eucaliptos e para a construção de um edifício. Actualmente existe uma mamoa intacta, outra semi-intacta, apresentando as restantes sinais de destruição. A mamoa n.º 6 encontra-se próxima do estradão, tem um diâmetro aproximado de 12.4m encontrando-se visivelmente degradada. A mamoa n.º 7 situa-se perto da estrada camarária e possui um diâmetro de 10.36m; esta é a única que confere a sua forma original. A mamoa n.º 8 implanta-se na encosta de uma pequena elevação, contudo no terreno aparece uma fissura no solo, que permite uma melhor visualização da realidade. As mamoas n.º 9 e 10 localizavam-se atrás da n.º 11, mas encontram-se ambas totalmente degradadas, especialmente na zona central, permanecendo intacta a área circundante ao local da mamoa. A mamoa n.º 9 fica paralele à n.º 10 com uma distância de 6m. A n.º 11 localiza-se na proximidade do cruzamento dos estradões, tem cerca de 15m, provavelmente seria uma das maiores do núcleo, apresenta sinais de destruição central.
in Portal do Arqueólogo