quinta-feira, 9 de junho de 2016

Nasceu uma Estrela em Valença!Bianca Barros

Tem 18 anos e é natural de Valença. Em 2014 Bianca Barros participou no programa televisivo The Voice que a trouxe para a ribalta. Recentemente foi convidada por António Mão de Ferro para interpretar o novo single "Mother" que já está disponível no youtube. É vocalista da banda Wildfire, de Viana do Castelo e aposta na sua formação em canto na Escola de Música Valentim de Carvalho, no Porto.  Toca piano e compõe músicas originais para a sua carreira a solo. Conta com 14 mil seguidores no facebook e instagram. O Minho Digital foi conhecê-la um pouco melhor.   
Minho Digital (MD) - Quando descobriu o gosto pelo canto e quando é que se apercebeu que a sua voz era agradável e apreciada por quem a ouvia?
Biana Barros (BB) - Comecei a cantar com três anos no infantário. Foi uma experiência surpreendente para mim porque recebi imensos aplausos e adorei. A partir daí nunca mais parei.
MD - O Minho Digital sabe que em 2014 a Bianca decidiu participar no programa televisivo The Voice, com emissão na RTP1. O que a levou a concorrer a um programa deste género?
BB - Participar num programa de televisão deste formato era um sonho já de infância. Decidi inscrever-me no último dia. Quando soube que tinha sido selecionada ainda ponderei se iria participar ou não, mas lá acabei por ir! Foi uma experiência maravilhosa!
MD - Antes disto, já tinha concorrido a outro formato do género, o Factor X. Ficou apurada mas a sua participação iria passar por integrar um grupo formado pelos mentores. Decidiu não continuar. Porquê?
BB - Optei por não continuar porque eu tinha concorrido individualmente e era dessa forma que pretendia participar no programa. Eu não queria participar em grupo, no qual os membros nem sequer se conheciam.
MD - Nas provas cegas do The Voice interpretou a música “Listen” da Beyoncé. Conseguiu conquistar três dos jurados, tendo passado à fase das batalhas e mais tarde às galas em direto. Como encarou o fato de ter sido uma das favoritas do júri para chegar às emissões em direto?
BB - Eu fui tendo uma grande evolução desde a prova cega e isso refletiu-se em cada fase que ultrapassava. Na “batalha” eu tinha uma adversária muito forte e sabia que teria de dar tudo, teria de dar o meu melhor se queria vencer. Levei tudo para o palco: garra, emoção, força e vontade de vencer! E venci! Fui a preferida dos quatro jurados! Depois veio a fase do “tira-teimas”. Esta foi a pior fase, a mais stressante pois era aqui que se decidia a passagem às galas em direto. Todo o grupo de concorrentes da minha mentora (a Marisa Liz) foi para palco e foi-nos comunicado que dois de nós já estavam automaticamente apurados para as galas em direto. Quando a minha mentora disse os dois nomes que iriam passar diretamente às galas sem ter de prestar prova de canto fiquei “meia perdida” ao ouvir o meu nome. Nem queria acreditar! Foi maravilhoso! Estar nas galas é sem dúvida o sonho de qualquer concorrente do The Voice.
A primeira gala foi um momento inesquecível. Fui a concorrente mais votada pelo público! Foi uma sensação incrível sentir que o público tinha realmente gostado de me ouvir.
Já a segunda gala foi muito mais difícil. Fui a última concorrente a atuar, já perto das duas da madrugada, e aí o nervosismo já era imenso. Nesta fase só seguiam em diante para a semifinal dois membros de cada mentor, um escolhido pelo público e outro pelo próprio mentor. Eu fui escolhida pela Marisa! Fiquei radiante! Foi uma emoção enorme, difícil de descrever! Estava na semifinal!
MD - Sentiu que de alguma forma a participação no The Voice tornou o nome Biana Barros mais conhecido entre as pessoas, nomeadamente na sua terra natal, em Valença?
BB - Penso que sim e isso refletiu-se pelo enorme apoio que tive durante o concurso . Ainda continuo a sentir esse mesmo apoio e espero continuar a merecê-lo cada dia mais. As pessoas mimam-me imenso, com mensagens incríveis e absolutamente deliciosas.
 MD - O que conseguiu fazer a nível da música depois da participação neste programa? Abriram-se lhe algumas portas? Que propostas teve a partir desse momento?
BB - Antes do The Voice eu já trabalhava em músicas originais com grandes artistas e assim continuo. O programa fez com que surgissem muitos mais convites e propostas, sem dúvida. Continuo a apostar forte na minha formação em canto e em músicas originais que pretendo lançar.
 MD - A Bianca faz parte da banda WildFire. Percorrem a Galiza e o Norte de Portugal com diversos concertos. O seus fãs tendem a fazer comparações com os covers que interpreta?
BB - As músicas da nossa banda são originais. As primeiras músicas eram mais direcionadas para o rock e o público apreciava imenso. Agora estamos a fazer músicas com sonoridades diferentes. Mais calmas e mais intensas, com as quais nos identificamos mais.
 MD - Os Wildfire já tem concertos marcados?
BB - Sim. Quero salientar uma data importantíssima para nós. Dia 29 de Julho estaremos no teatro Sá da Miranda, em Viana do Castelo. Vai ser o nosso concerto e teremos em palco uma orquestra para nos acompanhar. Vai ser lindo! Aproveito desde já para deixar o convite.
MD - Se tivesse de optar pela banda ou por uma carreira no mundo da música a solo, por qual optaria?
BB - A banda e a carreira a solo são coisas completamente distintas. Adoro a minha banda e as músicas que fazemos da mesma forma que adoro as minhas músicas originais que estou a trabalhar só para mim!
MD - O Minho Digital sabe que a Bianca estuda na Escola de Música Valentim de Carvalho no Porto. Que outras formações já teve?
BB - Considero-me uma privilegiada em termos de formação em canto pois sempre tive professores excelentes. Estudei canto lírico durante dois anos na Academia de Música de Viana do Castelo. Depois frequentei o curso de teatro musical na Academia de Música de Vilar do Paraíso, em Gaia e há três anos que estudo canto e piano na escola de música Valentim de Carvalho, no Porto.    
MD - No passado dia 21 de Maio estreou novo single “Mother” com o artista António Mão de Ferro. Como surgiu o convite para gravar esta música?
BB - O convite foi inesperado. O António contatou-me, disse que gostava da minha voz e de me ouvir cantar e fez-me o convite. O António é dos guitarristas mais incríveis que conheço, absolutamente extraordinário. Foi durante vários anos guitarrista dos GNR.
MD - A Bianca tem uma página no facebook. Quantos seguidores tem neste momento?
BB - Entre facebook e instagram tenho mais de catorze mil seguidores.
MD - Qual é o seu maior sonho enquanto cantora a solo? Como gostaria de estar daqui a dez anos?
BB - O meu maior sonho é que o público se sinta bem a ouvir-me. É isso que me motiva e me dá força! Não sou pessoa de fazer grandes projeções para o futuro, gosto que tudo aconteça de forma natural e consciente. Vou continuar a trabalhar muito. Cantar é a minha grande paixão! O que tiver de ser, será!   
Actuações na tv:
https://www.youtube.com/watch?v=kcI4eKYRyls
https://www.youtube.com/watch?v=eIQd0l2XXbA
https://www.youtube.com/watch?v=7X28QgRhbFw
https://www.youtube.com/watch?v=gW3dI295hvs
Single 'Mother':
https://www.youtube.com/watch?v=g6cMtkpKmBo
Por Liliana Gonçalves in MinhoDigital