quarta-feira, 8 de junho de 2016

Valença Poupa 14 Mil Euros em 2015 com Reciclagem

Com a reciclagem de 545 toneladas de resíduos Valença poupou 14 026 euros, ao longo de 2015 e evitou a ocupação de cerca de 1635 m3 de área no Aterro Sanitário do Vale do Minho. Menos lixo e mais reciclagem poupa dinheiro aos cofres públicos e protege o ambiente.
Reciclando mais Valença poupa no dinheiro que paga para depositar o lixo no Aterro Sanitário e assim consegue manter taxas de resíduos, para os cidadãos, mais acessíveis.
Os valores economizados com a reciclagem de resíduos são importantes  para ajudar a dar resposta às necessidades dos munícipes, investindo na melhoria das infraestruturas locais.
Os valencianos estão, cada vez, mais sensibilizados para a importância da reciclagem. Em 2015 foram encaminhadas 545 toneladas de resíduos para a reciclagem, recolhidas por todo o concelho.
Os valencianos reconhecem, cada vez mais, que a sustentabilidade do ambiente está em casa e que é necessário encontrar formas de poupar recursos e de reutilizar aquilo que já possuímos, ou que os outros não querem.
Ao contrário do que acontecia no passado, hoje, uma parte importante do lixo doméstico produzido em Valença pode não ir para o aterro e ser antes encaminhada para tratamento e posterior reutilização.
Valença oferece, hoje, infra-estruturas de apoio à reciclagem de papel, vidro, cartão, roupa, óleos, materiais elétricos e velas
Hoje, Valença possui uma rede de oleões para recolha de óleos domésticos,  um sistema de recolha de parafina (velas) em todos os cemitérios do concelho, pontos de recolha de materiais elétricos, contentores para reciclagem de roupa e uma rede de 54 ecopontos de superfície, distribuídos pelo concelho e 5 ecopontos subterrâneos na cidade para a recolha seletiva de vidro, papel e cartão.