domingo, 10 de abril de 2016

Adro Velho de Verdoejo

O sítio localiza-se na margem do rio Minho, assentando em terraços fluviais na proximidade da confluência de uma ribeira com o rio Minho. É servido por caminhos vicinais. A cobertura vegetal é composta por vegetação herbácea e arbustiva. Foi identificado um recinto de formato aproximadamente circular, delimitado por um muro de mamposteria e atravessado no sentifo SO/NE por caminho de pé posto: No seu interior observam-se, parcialmente enterradas, duas seputuras medievais, monolíticas, com forma antropomórfica, dois fragmemtnos de tampa de sepultura epigrafada e elementos arquitectónicos correspondentes aos restos de uma edificação, que a memória local, identifica como uma ermida antiga. No século XVI foi aqui erguido um cruzeiro, assinalando o carácter sagrado do lugar. Nos terrenos que se estendem para norte, recolheram-se fragmentos de tegulae, de imbrice, de cerâmica (comum e sigillata hipânica) e observam-se blocos graníticos de construção, que indiciam a existência de um povoado de época romana.
in Portal do Arqueólogo